Governo lançará créditos que permitirão um imóvel ser usado em diversos financiamentos

Por G7 Kromnws
25/11/2021 | 13h22

O governo federal deve apresentar ainda essa semana ao Congresso, um projeto de lei que vai regulamentar um marco de garantias de crédito no Brasil.
A medida é vista como uma forma de estimular a economia, e tornar o crédito mais acessível.
Pela nova ideia do governo, será permitido que um imóvel, financiado, possa passar por um processo de mais de um financiamento em diferentes instituições.
Haveria um acordo entre essas instituições, se no futuro houvesse a necessidade de uma tomada judicial do bem.
Isso quer dizer, que o banco pegaria a parte que lhe corresponde a dívida, e a outra parte iria para o outro financiamento.
O que sobrasse poderia voltar as mãos do tomador do empréstimo.
Hoje, se uma pessoa perde seu imóvel então fica completamente sem recursos, porque todo ele vai a leilão.

Mas na realidade o grande X dessa questão, é a liberação de um juro mais barato para que um imóvel seja dado como garantia num financiamento.
Assim se uma pessoa precisar de dinheiro, bastará ter uma casa, apartamento, chácara ou qualquer outro bem em seu nome, para conseguir isso.
Ainda que esteja financiado, esse imóvel poderá ser financiado uma segunda vez por uma instituição diferente.
A chamada hipoteca, que é bem comum nos Estados Unidos, mas que até hoje por falta de regulamentação, tem pouco espaço no Brasil.

A linha de créditos é vista como a nova modalidade que pode impulsionar o Brasil no ano que vem, para cobrir a maior queda já vista nos Consignados.
A partir de 2022, pelo menos 30 milhões de pessoas não poderão mais recorrer a esse tipo de operação, por falta de limite.

Reportagem: Nathália Vianna